Bula de Remédio: Clozapina


_

Leponex®.

Receituario Especial

GRUPO FARMACOLÓGICO
Antipsicótico atípico; bloqueia os receptores 5-HT2 da serotonina e D2 da dopamina.

APRESENTAÇÕES E PREÇOS COMERCIAIS
Cps de 25 (20 cps R$ 27,81) e 100 mg (30 cps R$ 167,80).

USO
Esquizofrenia refratária, intolerantes aos efeitos extrapiramidais provocados por outros antipsicóticos, pacientes psicóticos com tumores prolactino-dependentes, discinesia tardia, amenorreia por aumento de prolactina induzido por antipsicóticos.

CONTRAINDICAÇÃO
Depressão grave do SNC, coma, epilepsia não controlada, distúrbios mieloproliferativos, leucócitos < 3.500/mm³, história de agranulocitose e granulocitopenia, psicose alcoólica e tóxica, doenças hepáticas ou cardíacas graves. POSOLOGIA Iniciar com 12,5 ou 25 mg/dia, VO; adicionar 25 mg a cada 2 dias até a dose de 300-450 mg/dia após 2-4 semanas, fracionada em 2-3 administrações diárias. Alguns pacientes necessitam de doses altas, como 600-900 mg/dia; entretanto, doses acima de 450 mg/dia têm risco aumentado de reações adversas, especialmente convulsões. Dose máxima de 900 mg/dia. Doses inferiores a 400 mg podem ser administradas em tomada única à noite. A retirada deve ser gradual para evitar a reagudização do quadro psicótico. MODO DE ADMINISTRAÇÃO VO. Pode ser ingerido com ou sem alimentos. EFEITOS ADVERSOS Os efeitos mais comuns (> 1%) incluem taquicardia, tontura, constipação, aumento da glicemia, aumento dos níveis de colesterol, ganho de peso, sialorreia, incontinência urinária, angina, alterações no ECG, hipertensão, hipotensão, síncope, acatisia, convulsões, cefaleia, pesadelos, acinesia, confusão, insônia, fadiga, agitação, letargia, ataxia, depressão, ansiedade, rash, desconforto abdominal, anorexia, diarreia, boca seca, náuseas, vômitos, eosinofilia, leucopenia, alterações nas provas de função hepática, tremor, rigidez e hipercinesia. Menos comumente (< 1%) podem ocorrer agranulocitose, arritmias, anorgasmia, visão borrada, cardiomiopatia, colestase, pancreatite aguda, DM, impotência, obstrução intestinal, glaucoma de ângulo fechado, síndrome extrapiramidal, síndrome neuroléptica maligna, fotossensibilidade, estado de mal epiléptico, trombocitopenia, tromboembolismo.

RECEITUÁRIO
Receita de Controle Especial em duas vias.

COMENTÁRIO
• Não foram comprovadas a segurança e a eficácia em crianças menores de 16 anos.
• Realizar hemograma completo semanalmente nas primeiras 18 semanas de tratamento; após, mensalmente. Também determinar periodicamente a função hepática.
• Usar com cautela em pacientes com história de epilepsia.
• Evitar o uso concomitante com drogas que podem suprimir a medula óssea.



Categoria: Medicamentos.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>