Bula de Remédio: Lincomicina


_

FARMICINA®,FRADEMICINA®, Linatron®,LINCOFLAN®, LINCOMIRAL®, Lincomyn®, Lincoplax®,LINCOVAX®, LINDEMICINA®.

GRUPO FARMACOLÓGICO
Antibacteriano; lincosamina.

APRESENTAÇÕES E PREÇOS COMERCIAIS
Amp com 300 mg em 1 mL (R$ 6,44) ou 600 mg em 2 mL (R$ 10,41); cps de 500 mg (12 cps R$ 64,60).

ESPECTRO
Gram-positivos, principalmente Staphylococcus sp. e Streptococcus sp. Boa atividade contra anaeróbios. Não é ativa contra Enterococcus faecalis, leveduras e Gram-negativos.

USO
Há poucas razões válidas, se é que existem, para usar lincomicina, uma vez que a clindamicina é mais ativa e tem menos efeitos indesejados. As indicações são semelhantes às da clindamicina, excetuando-se o uso na pneumocistose e nas protozooses.

CONTRAINDICAÇÃO
Colite ulcerativa, colite pseudomembranosa, enterite.

POSOLOGIA
Crianças: 10 mg/kg/dia, IM; e, em infecções graves, 10-30 mg/kg/dia, divididos de 8/8 ou 12/12 h, EV. Se VO, usar 30-60 mg/kg/dia, divididos de 6/6 ou 8/8 h. Adultos: 600 mg/dia, IM; 600 mg, EV, de 8/8 ou 12/12 h; e 500 mg, VO, de 6/6 ou 8/8 h.

MODO DE ADMINISTRAÇÃO
VO, IM ou infusão EV. A absorção é diminuída se for usada com alimento. Deve ser administrada com água, estando vazio o estômago. A solução para infusão EV pode ser obtida por diluição em SF 0,9%, SG 5%, SGF ou solução de Ringer lactato, e a concentração final deve estar entre 6-10 mg/mL. Infundir em 60 min.

EFEITOS ADVERSOS
Colite pseudomembranosa, exantema cutâneo, reação anafilactoide, neutropenia e, talvez, hepatotoxicidade e bloqueio neuromuscular.



Categoria: Medicamentos.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>