Bula de Remédio: Lítio (Carbonato de lítio)


_

Carbolim®, Carbolitium®, Carbolitium CR®.
Carbonato de lítio.

Receituario Especial

GRUPO FARMACOLÓGICO
Modulador do humor.

APRESENTAÇÕES E PREÇOS COMERCIAIS
Cpr de 300 mg (50 cpr R$ 21,89); cpr de liberação lenta de 450 mg (Carbolitium CR®) (30 cpr R$ 30,49).

APRESENTAÇÕES/PREÇOS GENÉRICOS
Cpr de 300 mg (50 cpr R$ 13,74).

USO
Transtorno do humor bipolar, episódios de mania aguda em pacientes com transtorno do humor bipolar, potencializador dos antidepressivos em episódio depressivo unipolar.

CONTRAINDICAÇÃO
IR e IC graves, desidratação ou em casos de depleção de sódio, arritmias ventriculares graves, bradicadia sinusal, gestação (categoria de risco D), lactação.

POSOLOGIA
No 1o dia, 300 mg, 2x/dia; no 2o dia, 300 mg, 3x/dia. A dose usual é de 900-2.100 mg/dia, em 3 ou 4 tomadas. Os cpr de liberação lenta podem ser administrados 2x/dia. Em idosos, iniciar com 150 mg/dia e ir aumentando lentamente e de acordo com as litemias. A dose apropriada deve ser determinada pela resposta clínica e pela litemia. A retirada deve ser gradual (reduzir 25% por mês) para evitar a chance de recaída.

MODO DE ADMINISTRAÇÃO
VO. Administrar os cpr com alimentos para reduzir os efeitos adversos sobre o TGI. O paciente deve ingerir 2-3 L de água diariamente; mas evitar café, chá e bebidas alcoólicas, pois aumentam a diurese.

EFEITOS ADVERSOS
Os efeitos mais comuns são aumento do apetite, ganho de peso, edema, gosto metálico, xerostomia, náuseas, polidipsia, poliúria, fezes amolecidas, tremores, acne. Menos comuns são alopecia, exacerbação da psoríase, rash, erupções aracneiformes, diarreia, anorexia, vômitos, arritmias, hipotensão, bradicardia, inversão da onda T, síncope, cefaleia, convulsão, diabete insípido, distonia, ataxia, tontura, vertigem, sedação, confusão, fadiga, fraqueza muscular, hipotireoidismo, hiperglicemia, leucocitose, nefrite intersticial, glomerulopatia, cáries dentárias, poliartrite.

RECEITUÁRIO
Receita de Controle Especial em duas vias.

COMENTÁRIO
Antes de iniciar o tratamento com lítio, é indicado exame clínico e laboratorial (hemograma, creatinina, ureia, eletrólitos, T4 livre, TSH, ECG).
Cicladores rápidos e episódios mistos não respondem tão eficientemente ao lítio; nesses casos está indicado o uso de outros estabilizadores do humor (p. ex., ácido valproico ou carbamazepina) isoladamente ou associados ao lítio.
Usar com cautela em pacientes com doenças que podem predispor à desidratação.
Nível sérico terapêutico na mania aguda: 0,8-1,2 mEq/L; e na terapia de manutenção do transtorno bipolar 0,6-0,8 mEq/L; estes devem ser medidos após 12 h da última dose. Dosar a litemia 5 dias após atingir a dose-alvo. A toxicidade pelo lítio pode ocorrer mesmo com os níveis séricos da droga dentro da faixa terapêutica.
Dieta hipossódica pode aumentar os níveis séricos do lítio.



Categoria: Medicamentos.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>