Bula de Remédio: Metilprednisolona


_

Alergolon®, Depo-medrol®, Predmetil®, Solu-medrol®, SOLU-PRED®, UNIMEDROL®.

GRUPO FARMACOLÓGICO
Corticoide sistêmico.

APRESENTAÇÕES E PREÇOS COMERCIAIS
Cpr de 4 mg (21 cpr R$ 22,66); fr-amp de 40 (R$ 10,33), 125 (R$ 12,84), 500 (R$ 36,45) e 1.000 mg (R$ 76,02) + diluente.

USO
Tratamento anti-inflamatório ou imunossupressor em uma variedade de condições, incluindo as hematológicas, alérgicas, inflamatórias, neoplásicas e autoimunes. Imunodepressão (pulsoterapia). Lesões medulares agudas.

CONTRAINDICAÇÃO
Lesões virais ou fúngicas, administração de vacinas de vírus vivos, infecções graves não controladas (exceto choque séptico e meningite tuberculosa).

POSOLOGIA
Como anti-inflamatório ou imunossupressor, as doses habituais iniciais VO são de 4-60 mg/dia, dividos em 1-4x/dia, com posterior redução gradual; e EV (succinato) de 10-40 mg em 15-30 min. Pulsoterapia: 15-30 mg/kg, EV, 1x/dia (durante 3 dias). A administração EV de altas doses (> 250 mg) deve ser feita lentamente, no mínimo em 30 min; doses menores
(< 250 mg) podem ser administradas em até 5 min. Nas urgências médicas, é preferível a via EV devido à sua ação mais rápida. Lesões medulares agudas: 30 mg/kg, 15 min, EV (succinato), seguidos, em 45 min, de infusão contínua de 5,4 mg/kg/h, por 23 h. Crianças: dose anti-inflamatória ou imunossupressora, VO ou IM, é de 0,5-1,7 mg/kg/dia ou 5-25 mg/m2/dia, a cada 6-12 h. A pulsoterapia é para uso em adultos. Seus efeitos são similares aos das doses equivalentes de prednisona.

MODO DE ADMINISTRAÇÃO
VO, EV (somente a forma succinato) ou IM (acetato). Administrar os cpr após as refeições ou com alimentos ou leite. Não administrar dose alta em push devido ao risco de arritmia, hipotensão arterial e morte súbita.

EFEITOS ADVERSOS
Incluem insônia, pesadelos, nervosismo, ansiedade, euforia, delírio, alucinações, psicose, cefaleia, tontura, aumento do apetite, hirsutismo, hiper ou hipopigmentação, osteoporose, petéquias, equimoses, artralgia, catarata, glaucoma, epistaxe, amenorreia, síndrome de Cushing, insuficiência adrenal, hiperglicemia, DM, supressão do crescimento, retenção de água e sódio, edema, aumento da PA, convulsão, perda de massa muscular, fraqueza, fadiga, miopatia, redistribuição da gordura corporal (acúmulo na face, região escapular [giba] e abdome), aumentos dos ácidos graxos livres, hipocalemia, alcalose, policitemia, leucocitose, linfopenia, aumento da suscetibilidade a infecções, reativação de tuberculose latente, osteonecrose (necrose avascular ou séptica), osteoporose.

COMENTÁRIO
A administração rápida EV de doses elevadas está relacionada com síncope cardiovascular.
Tem uma probabilidade ligeiramente menor que a prednisolona de causar retenção de água e sódio.
É o agente de primeira escolha quando o tratamento com corticoides está indicado (exceto na insuficiência adrenocortical, em que o tratamento de eleição é prednisona e fludrocortisona).



Categoria: Medicamentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>