Bula de Remédio: Testosterona injetável


_

ndroxon® (undecanoato), Deposteron IM® (cipionato), Durateston® (ésteres), Estandron P® (ésteres associados com estradiol), Nebido® (undecanoato).

Receituario Especial

GRUPO FARMACOLÓGICO
Hormônio androgênico.

APRESENTAÇÕES E PREÇOS COMERCIAIS
Cps de 40 mg (30 cps R$ 52,69); amp de 1 mL com 250 mg (R$ 7,92); amp de 4 mL com 1.000 mg (R$ 401,53).

USO
Hipogonadismo primário e secundário, puberdade masculina atrasada, câncer de mama inoperável.

CONTRAINDICAÇÃO
Hiperplasia prostática benigna significativamente sintomática e não tratada; câncer de mama em homens ou de próstata; doença cardíaca, renal ou hepática graves; hipercalcemia associada a tumores; gestação (categoria de risco D), lactação.

POSOLOGIA
Hipogonadismo:
Crescimento puberal inicial: 40-50 mg/m2/dose, 1x/mês (cipionato de testosterona).
Fase de crescimento tardia: 100 mg/m2/dose, 1x/mês (cipionato de testosterona), até que o crescimento cesse.
Manutenção da virilização: 100 mg/m2/dose, 1x/mês (cipionato de testosterona).
Puberdade masculina atrasada: 40-50 mg/m2/dose, 1x/mês (cipionato de testosterona) até que o crescimento atinja os padrões da puberdade.
Obs.: a formulação com undecanoato de testosterona pode ser administrada 1.000 mg a cada 10-14 semanas.

MODO DE ADMINISTRAÇÃO
A formulação injetável é para administração IM. As formas orais são melhor absorvidas quando administradas com as refeições.

EFEITOS ADVERSOS
Ansiedade, agressividade, agitação, insônia, depressão, cefaleia, alteração da libido, maior frequência de ereções, hiperplasia prostática, náusea, vômito, diarreia, dor abdominal, cãibra, aumento de peso, icterícia, acne, seborreia, calvície, policitemia, alterações das provas de função hepática, edema, hipertensão, dor testicular, priapismo, mialgia, artralgia, hipercalcemia, hipoglicemia, hipercolesterolemia.

RECEITUÁRIO
Receita de Controle Especial em duas vias.

COMENTÁRIO
Há risco de abuso por adolescentes e fisioculturistas.
Recomenda-se exames periódicos de próstata e hemograma.
Controlar o crescimento ósseo, pois pode ocorrer fechamento prematuro das epífises ósseas.



Categoria: Medicamentos.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>