Exames de Eletrólitos – Amônia – NH3


_

VALORES DE REFERÊNCIA

Adulto: 15-45 mcg/dL (11-32 unidades mmol/L SI)
Crianças: 40-80 mcg/dL (28-57 unidades mmol/L SI)
Recém-nascido: 90-150 mcg/dL (64-107 unidades mmol/L SI)

DESCRIÇÃO

A amônia é um resíduo formado através da decomposição de nitrogênio durante o metabolismo das proteínas e durante a digestão de sangue no trato gastrointestinal. Outra importante fonte de amônia é a partir da síntese e conversão de glutamina pelos túbulos renais. Normalmente, a amônia é convertida em uréia pelo fígado e é excretada pelos rins. Se uma doença física impede essa conversão, a amônia se acumula na corrente sanguínea. Níveis tóxicos de amônia no sangue podem levar a encefalopatia hepática.

ALTERAÇÕES:
VALORES AUMENTADOS

Bronquite aguda
Azotemia
Cirrose
Cor pulmonale
Sangramento gastrointestinal
Insuficiência cardíaca
Doença hemolítica do recém-nascido
Encefalopatia hepática
Insuficiência hepática
Hiperalimentação
Leucemia
Pericardite
Enfisema pulmonar
Insuficiência renal
Síndrome de Reye
Drogas: heparina, alguns diuréticos (como furosemida), acetazolamida, ácido valpróico

VALORES DIMINUIDOS

Hipertensão essencial
Hipertensão maligna
Drogas: neomicina, tetraciclina, difenidramina, heparina, lactulose

OBSERVAÇÕES

O paciente deve iniciar o jejum 8 horas antes da coleta do exame.
Evitar tabagismo e exercício extenuante antes do teste.
Tabagismo, exercício extenuante e dieta pobre ou rica em proteínas podem alterar o resultado do exame.

RECIPIENTE DE COLETA

Tampa Verde

Heparina sódica. Homogeinizar o tubo por inversão 8-10 vezes.



Categoria: Eletrólitos, Exames.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>