Exames de LCR – Celularidade LCR – Cel L


_

VALORES DE REFERÊNCIA

Citometria:
Recém-nascidos – até 15 células/mm3
Menores de 1 ano – até 10 células/mm3
Com 1 ano ou mais – até 4 células/mm3

DESCRIÇÃO

O LCR normal, obtido por punção lombar, contém poucas células, sendo o número aceitável até 5 células/mm3. O limite normal para recém nascido é mais alto. Elas compreendem principalmente linfócitos e monócitos, estes mostrando variabilidade no formato do núcleo. Uma colheita traumática é insatisfatória para avaliação, uma vez que o sangue obscurece todos os demais detalhes celulares. Em casos de meningite bacteriana a contagem celular é maior que 500 células, com predominio de neutrófilos (> 70%) os linfócitos e eosinófilos predominam nos casos subagudos e crônicos.
A meningite bacteriana é, usualmente, diagnosticada clinicamente, com o LCR sendo despachado ao laboratório para confirmação. O fluido contém muitas células inflamatórias agudas, a maioria delas polimorfos neutrófilos.
A meningite virótica mostra, em seus estágios iniciais, polimorfos e linfócitos no LCR. Nos estágios mais tardios, predominam os linfócitos. A meningite tuberculosa pode apresentar achados semelhantes, com monócitos, linfócitos e, muito ocasionalmente, neutrófilos.
Pacientes imunocomprometidos são suscetíveis a infecções com fungos tais como Candida e Cryptococcus neoformans. A forma em levedura deste último pode ser identificada no LCR com tinta da China, ou mucicarmim.
Algumas condições, com a Esclerose Múltipla e a Sídrome de Guillan-Barré, associam-se a um leve aumento na contagem de linfócitos.
A presença de eosinófilos em qualquer número é considerada forte indício de acometimento parasitário do sistema nervoso, notadamente pelo Schistosoma mansoni.

ALTERAÇÕES:
VALORES AUMENTADOS

Menigite bacteriana
Menigite viral
Meningite tuberculosa
Meningite fúngica
Encefalopatia de Hashimoto

OBSERVAÇÕES

A contagem deveria ser realizada logo após a coleta devido a lise das células por armazenamento prolongado, que torna os resultados inválidos. Idealmente deve ser realizada em trinta minutos após a coleta.
Na contagem do líquido hemorrágico, deve-se usar solução de ácido acético para lisar os eritrócitos. Geralmente o procedimento é manual, utilizando o método do hemocitômetro.
Para cada 500 hemácias/mm3 presentes no líquor (acidente de punção), subtrair uma célula (ou leucócito).



Categoria: Exames, LCR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>