Exames de Nefrologia – Aldosterona – Ald


_

VALORES DE REFERÊNCIA

Amostra coletada em pé: 4-31 ng/dL (111-860 pmol/L SI)
Amostra coletada em decúbito: < 16 ng/dL (< 444 pmol/L SI)

DESCRIÇÃO

A aldosterona é um mineralocorticóide secretado pelo córtex adrenal. A liberação de aldosterona é controlada principalmente pelo sistema renina-angiotensina-aldosterona. A queda do volume extracelular determina diminuição do fluxo sanguíneo nos rins, que por sua vez estimula a produção e secreção de renina pelos rins. A renina atua sobre o angiotensinogênio para formar angiotensina I que, na presença da enzima conversora da angiotensina (ECA), é convertida em angiotensina II. A angiotensina II estimula o córtex adrenal a aumentar a produção de aldosterona. A aldosterona atua no túbulo renal distal, onde causa aumento da reabsorção de sódio e cloreto e aumento da excreção de potássio e íons de hidrogênio. O resultado dessas ações é a retenção de água e o aumento no líquido extracelular. A dosagem do nível de aldosterona auxilia no diagnóstico de aldosteronismo primário, causado por uma anomalia do córtex adrenal, e de aldosteronismo secundário, o que pode resultar da superestimulação do córtex adrenal por substâncias como a angiotensina ou ACTH.

ALTERAÇÕES:
VALORES AUMENTADOS

Hiperplasia adrenal congênita
Adenoma produtor de aldosterona
Cirrose hepática com ascite
Insuficiência cardíaca congestiva
Hemorragia
Hipercalemia
Hiponatremia
Hipovolemia
Dieta hipossódica
Hipertensão maligna
Síndrome nefrótica
Gravidez
Hiperaldosteronismo primário (síndrome de Conn)
Estresse
Drogas: corticotropina, diazóxido, diuréticos, cloridrato de hidralazina, nitroprussiato de sódio, contraceptivos orais, potássio

VALORES DIMINUIDOS

Doença de Addison
Dieta rica em sódio
Hipernatremia
Hipocalemia
Síndrome perdedora de sal
Septicemia
Toxemia da gravidez
Drogas: acetato de fludrocortisona, metildopa, anti-inflamatórios não esteróides, propranolol, esteróides

OBSERVAÇÕES

Não é necessário jejum.
Os resultados do teste podem ser alterados por dieta, exercício, ingesta de alcaçuz e postura.
Se possível, as drogas que podem afetar os resultados do teste devem ser suspensas por pelo menos 2 semanas.
Em pacientes hospitalizados, uma amostra de sangue é retirada enquanto o paciente está em decúbito dorsal e outra é obtida 4 horas após o paciente estar de pé e deambulando.
Para pacientes ambulatoriais, a amostra de sangue é obtida depois que o paciente fica de pé por 2 horas.

RECIPIENTE DE COLETA

Tampa Amarela



Categoria: Exames, Nefrologia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>