Exames de Urina – Proteína Urinária – ProtU


_

VALORES DE REFERÊNCIA

Negativo

DESCRIÇÃO

No indivíduo com função renal normal, não há proteína na urina. Isto ocorre porque a membrana glomerular é impermeável às grandes moléculas de proteína. No caso de disfunção renal, como na glomerulonefrite, a membrana é danificada, permitindo que a proteína passe e seja excretado na urina. Assim, este teste é uma forma de avaliar a presença de doença renal. Deve-se notar, no entanto, que uma pequena percentagem da população pode ter o que é conhecido como proteinúria ortostática ou postural, que é uma condição benigna.

ALTERAÇÕES:
VALORES AUMENTADOS

Diabetes mellitus
Estresse emocional
Exercício
Glomerulonefrite
Hipertensão maligna
Mieloma múltiplo
Proteinúria ortostática
Pré-eclâmpsia
Estado pré-menstrual
Pielonefrite
Lúpus eritematoso sistêmico
Drogas: acetazolamida, amicacina, aminoglicosídeos, anfotericina B, aspirina, basiliximab, carbamazepina,cefalosporinas, diazóxido, cisplatina, doxorubicina, indinavir, lítio, medicamentos nefrotóxicos, meios de contraste radiopaco, sulfonamidas, venlafaxina

OBSERVAÇÕES

Resultados falso-positivos podem ocorrer se a urina é altamente alcalina ou altamente concentrada, após o paciente ser exposto à meio de contraste radiopaco, após a ingestão de grandes quantidades de proteína.
Resultados falso-negativos podem ocorrer se a urina é altamente diluída.



Categoria: Exames, Urina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>